Qual a importância dos exames radiológicos para o tratamento dentário?

A saúde bucal se baseia em prevenção e correção de problemas vindos de diversas naturezas, como estilo de vida e condições genéticas. Existem algumas doenças que, se não diagnosticadas com precisão, podem ser irreversíveis causando prejuízos aos dentes, osso alveolar e outras regiões bucais.

Com os exames radiológicos, que são o que de mais desenvolvido há na elaboração de diagnóstico e planejamento de tratamentos, é possível agir com precisão nas regiões afetadas por fraturas e até mesmo descobrindo dentes inclusos que possam causar prejuízo à vida do paciente acometido.

Planejamento de cirurgias odontológicas nascem dos exames radiológicos

A escolha de uma cirurgia como parte fundamental para solução de um problema é possível por conta da precisão dos diagnósticos. Afinal, não é possível definir um procedimento sem saber a sua natureza e aonde precisamente é preciso atuar para extinguir de vez a causa. Por exemplo, em procedimentos de implantodontia, só acontece a cirurgia com o conhecimento total da condição óssea, para avaliar a necessidade de enxertos e a qualidade da fixação entre implante e o osso em si.

Ortodontia também é beneficiada diretamente pela radiologia odontológica

Além de permitir precisão na confecção de moldes de gesso, avaliação da condição bucal para a validação de colocação de aparelhos corretivos, os exames criam um histórico para que a avaliação da evolução dos tratamentos seja possível e assim, haja a aplicação das melhores soluções para as doenças tratadas pelos profissionais.

Outra especialização que se baseia nos resultados dos exames radiológicos é a periodontia, com a qualidade dos exames de imagens, é possível verificar com precisão a perda óssea e assim, avaliar qual o melhor tratamento para que não haja nenhum prejuízo ao paciente que será submetido aos tratamentos pertinentes. A Dental Cadi realiza diversos exames para tornar os tratamentos mais precisos, aumentando a qualidade de vida das pessoas submetidas!

A importância em usar fio dental

Ligar saúde à condição dos seus dentes não é uma prática convencional, entretanto, é uma questão correlacionada e que faz todo sentido, quando mergulhamos no entendimento da importância da saúde bucal. A saúde do corpo começa pela boca e engana-se muito quem acredita que a ida ao dentista é apenas uma questão de estética. Segundo a American Dental Association, doenças como gengivite e periodontite podem evoluir para doenças nos pulmões e até mesmo no coração.

O uso do fio dental é repetido como mantra na sociedade e tido com um dos grandes preservadores da saúde bucal. Todavia, são poucos os que explicam, de fato, quais são os benefícios para a vida do indivíduo, com uso recorrente deste item. Ele chega aos locais aonde as cerdas das escovas mais bem desenvolvidas não conseguem atingir. O uso tem finalidade de remover a placa dentária, que contem germes e o biofilme. Além disso, há mais benefícios como:

  • Prevenir a formação de tártaro, logo, seu acúmulo e problemas causados pelo excesso do mesmo nos dentes.
  • Deixar os dentes saudáveis: ao passar fio dental diariamente, são removidas partículas de comida que são invisíveis a olho nu, mas impedem que o dente tenha a mesma luminosidade e brilho. Além disso, a remoção da placa ajuda a manter a vitalidade dos dentes.
  • Reduzir chances de sangramento gengival. Em comparação entre dois grupos de pessoas, as que usam fio dental tiveram 38% menos chance de ter o problema, segundo a Faculdade de Odontologia de Nova York.
  • Reduzir risco de perda de dentes ou necessidade de tratamento de canal, já que uma boa higiene bucal corrobora para evitar cáries, por exemplo.

Evite doenças graves com dentes saudáveis

A visita regular ao dentista melhora a condição da sua saúde bucal e corpo de forma geral. É importante ressaltar que muitos casos de derrame, infarto e outras doenças dessa natureza podem estar ligadas a problemas de higiene bucal e condição dos dentes. Pesquisas da Faculdade de Odontologia de Nova York acharam diversas evidencias na ligação entre os casos. Portanto, veja a ida ao seu dentista como parte da manutenção da sua condição de vida.

Para exames necessários ao processo, a Dental Cadi tem diversos exames que promovem diagnósticos precisos e elevam significativamente as possibilidades de ter uma boca saudável. Busque qualidade de vida, não deixe de procurar agora mesmo ajuda do seu dentista.

Caso Clínico: Planejamento para implante – elemento 35 incluso

Paciente do sexo masculino, 48 anos; sem sintomatologia clínica; Tomografia Computadorizada Cone Beam da região posterior inferior E para planejamento para implante.

Exame Tomografia Computadorizada Cone Beam da região no padrão DICOM – 180 cortes axiais com voxel de 200µm x 200µm x 200µm; o estudo transversal abaixo foi obtido com 25 cortes transversais com 1,2mm de espessura e reconstrução 3D – observamos:

  • Na avaliação da estrutura óssea para planejamento para colocação de implantes, observamos presença de elemento 35 retido em posição horizontal, com sua coroa voltada para parte posterior da boca e ápice voltado para parte anterior da boca; localizado em posição mediana na secção transversal da mandíbula, com sua coroa ligeiramente localizada pelo lado vestibular; o canal mandibular em íntima proximidade da raiz (em sua extensão) do elemento.

1