Tel: (21) 2672-0835 / (21) 9 9985-0835

Siga-nos nas redes sociais!

Pacientes Especiais em Odontologia

Faz parte do grupo de pacientes com necessidades especiais na odontologia
aquelas pessoas que tem alguma doença ou situação clínica que necessitem um
atendimento odontológico diferenciado. O especialista na área está capacitado
para prestar uma odontologia de alta qualidade cercada dos cuidados
necessários à cada situação específica seja em âmbito ambulatorial, domiciliar
ou hospitalar.

A importância dos cuidados na Odontologia para
com os pacientes especiais portadores de distúrbios neuropsicomotores vem
sendo estudada ao longo dos anos, pois envolve o conhecimento do cirurgião
dentista frente aos problemas psico (sociais que possam interferir no processo
de colaboração do paciente à assistência odontológica.
Estes pacientes constituem um grupo que pode ser considerado de alto risco
para o desenvolvimento de doenças bucais de acordo com o tipo de patogenia
sistêmica, alteração salivar, dieta cariogênica, alteração muscular e ineficácia da
higienização.

CLASSIFICAÇÃO PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS
– Deficiência mental
-Deficiência físicaAnomalias congênitas (deformações, síndromes)
– Distúrbios comportamentais (autismo)
– Transtornos psiquiátricos
– Distúrbios sensoriais e de comunicação
– Doenças sistêmicas crônicas (diabetes, cardiopatias, doenças
hematológicas, insuficiência renal crônica, doenças auto imunes, doenças
vesículo bolhosas, etc)
– Doenças infectocontagiosas (hepatites, HIV, tuberculose)
– Condições sistêmicas (irradiados, transplantados, oncológicos, gestantes,
imunocomprometidos)

O atendimento ambulatorial deve ser sempre realizado em conjunto com a
família e por profissional capacitado, normalmente com especialização em
pacientes com necessidades especiais. O apoio da família é muito importante na
conscientização da importância da boa saúde bucal para esses pacientes.
Estas pessoas têm uma necessidade aumentada para o cuidado preventivo
odontológico; para prevenção de cárie e doenças periodontais. A maioria destes
pacientes não apresenta plena capacidade de realizar seus cuidados bucais
necessitando da ajuda de demais pessoas. A participação de familiares ou
responsáveis nestes cuidados é fundamental para o sucesso do tratamento
odontológico e para promoção da saúde bucal do paciente. Quanto maior o
grau de dependência do paciente, mais atenção o cuidador deve ter à
higienização e aos cuidados preventivos. A primeira abordagem odontológica
deve ser composta de uma aproximação com o paciente e familiares assim
como o conhecimento das condições médicas preexistentes. Salienta-se que
muitos destes pacientes apresentam complicações orgânicas.

É de extrema importância que o cirurgião-dentista reconheça as necessidades
especiais de seu paciente e se necessário, encaminhe ao colega especialista em
pacientes com necessidades especiais.

Deixe seu comentário:

@2019 - Todos os direitos reservados - Dental Cadi

Agendar Consulta